quarta-feira, 1 de abril de 2009

Ana Cristina Cesar


Bela como poucas, Ana Cristina foi a musa absoluta da poesia marginal. Nascida na Rio de Janeiro, em 1952, formou-se em letras e fez curso de tradução literária na Inglaterra. Influiu ativamente na vida cultural carioca dos anos 70, escrevendo artigos em jornais e participando de debates. Em 1982, ela reuniu seus livros publicados de forma independente no volume A teus pés. Em 1983, durante uma crise emocional , Ana C., como assinava, se matou, saltando pela janela, aos 31 anos. em 1985, o poeta Armando Freitas Filho reuniu seus inéditos no livro Inéditos e dispersos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário